Linhas de atuação - Incentivo à Excelência - Prêmio Fundação Bunge 2010 - Fundação Bunge
Texto

Prêmio Fundação Bunge 2010

Sobre o Prêmio

Um dos mais tradicionais estímulos à produção intelectual brasileira, o Prêmio Fundação Bunge, criado em 1955, é concedido anualmente a personalidades que se destacam nas áreas das Ciências, Letras e Artes, nas categorias: Vida e Obra e Juventude (pessoas com até 35 anos). Os candidatos são indicados por universidades e entidades culturais e científicas. Uma Comissão Técnica, composta por membros brasileiros e do exterior, em cada área de premiação, seleciona os profissionais em cada ramo do conhecimento na categoria "Vida e Obra", indicando-os para decisão do Grande Júri. No caso dos jovens talentos, a Comissão Técnica escolhe os homenageados. O Grande Júri, formado por representantes de entidades científicas e culturais, reitores e ministros de Estado, sob a direção do presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, escolhe os contemplados "Vida e Obra". Em 2010, o Prêmio contempla: Isaias Raw e Guilherme de Sousa, em Saúde Pública/Medicina Preventiva e Niro Higuchi e Alexandre Fadigas, em Ciências Florestais.

Galeria


 


Entrevista

Niro Higuchi

Prêmio Fundação Bunge
Ciências Florestais

Em 2007, este paranaense de 58 anos ajudou a elaborar um relatório do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas, na sigla em inglês) que viria a influenciar decisivamente o olhar do mundo sobre as ações do homem e sobre os desafios climáticos a serem enfrentados nas próximas décadas. Tornava-se, assim, não apenas o único engenheiro florestal brasileiro a participar do IPCC em mais de uma ocasião, mas também um dos ganhadores do Prêmio Nobel da Paz, que o Painel dividiu com o norte-americano Al Gore naquele ano. Poderia ser o ápice de sua carreira. Mas Higuchi continua produzindo.
Niro Higuchi play

Fotos

Prêmio Fundação Bunge - Niro HiguchiPrêmio Fundação Bunge - Niro Higuchi
 

Entrevista

Isaias Raw

Prêmio Fundação Bunge
Saúde Pública/Medicina Preventiva

Como o cientista pode ser útil para a sociedade? A vida deste médico paulistano de 83 anos responde a essa pergunta. Na origem de todas as suas contribuições à Medicina e à Educação, está o seu ímpeto obstinado de identificar o que precisa ser feito – e fazer. Foi assim quando ele criou a Fundação Brasileira para o Desenvolvimento do Ensino de Ciências (Funbec), na década de 1960, que modernizou o ensino de Ciências nas escolas secundárias. Foi assim quando, em 1984, ele chegou ao Instituto Butantan e o transformou no maior produtor de vacinas da América Latina. “Se eu for contar tudo, vai virar um livro”, diz.
Isaias Raw play

Fotos

Prêmio Fundação Bunge - Isaias RawPrêmio Fundação Bunge - Isaias Raw
 
 

Entrevista

Alexandre Fadigas de Souza

Prêmio Fundação Bunge Juventude
Ciências Florestais

Nascido em 1974, no Rio de Janeiro (RJ), formou-se em Ciências Biológicas pela Universidade de Santa Úrsula. Mais tarde, mestre e doutor em Ecologia pela Unicamp, fez pós-doutorado em Ecologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e hoje atua como professor da Unisinos, onde se dedica a estudar florestas nativas de araucária. Utilizando técnicas de geoestatística para monitorar com precisão numérica a dinâmica das florestas estudadas, vem ajudando a inovar as Ciências Florestais do País e, assim espera, pretende chegar a um modelo exato de manejo sustentável da araucária.
Alexandre Fadigas de Souza play

Fotos

Prêmio Fundação Bunge - Alexandre Fadigas de Souza  Prêmio Fundação Bunge - Alexandre Fadigas de Souza
 

Entrevista

Guilherme de Sousa Ribeiro

Prêmio Fundação Bunge Juventude
Saúde Pública/Medicina Preventiva

Soteropolitano, 33 anos, vem se dedicando ao estudo de doenças infecciosas desde antes de se formar na Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia. Hoje, professor da instituição, está ajudando a montar o primeiro curso de graduação em Saúde Coletiva. Neste intervalo de tempo, sua carreira o levou a uma residência em Infectologia na Universidade Federal de São Paulo, um mestrado em Epidemiologia na Harvard School of Public Health e a um doutorado em Biotecnologia em Saúde e Medicina Investigativa pela Fundação Oswaldo Cruz, onde atua como pesquisador colaborador.
Guilherme de Sousa Ribeiro play

Fotos

Prêmio Fundação Bunge - Guilherme de Sousa RibeiroPrêmio Fundação Bunge - Guilherme de Sousa Ribeiro