Jornada Cultural sobre produção de exposições - Novidades - Fundação Bunge
Texto

Novidades

Jornada Cultural sobre produção de exposições


Publicado em 18/09/17 às 11h00 envie a um amigoenvie para um amigo imprimir esta
novidade

O segundo encontro das Jornadas Culturais 2017, evento gratuito do Centro de Memória Bunge, aconteceu nos dias 14 e 15 de setembro aconteceu, no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. Com o tema “Concepção, Planejamento e Produção de Exposição” e curadoria de Marilucia Bottallo, diretora técnica do Instituto de Arte Contemporânea (IAC), o evento abordou a exposição museológica como sistema comunicacional com lógica, sentidos e processos próprios, cujo objetivo é comunicar um discurso preexistente, porém com o diferencial de uma prática preservacionista. 

O encontro trouxe discussões sobre práticas de concepção e execução para uma exposição museológica e reflexões sobre o processo, considerando sua importância, custo e complexidade.

Saiba mais sobre a palestrante

Luciana Nemes - graduada em Educação Artística e Pós-Graduada em Museologia pela Universidade de São Paulo – USP.  Atualmente assessora o projeto de reestruturação do Museu Santa Casa de São Paulo. Luciana se destaca por trabalhos de desenvolvido junto às produtoras Base7 Projetos Culturais e Arte3 Assessoria, Produção e Marketing Cultural, onde atuou como produtora executiva: projeto museográfico do Museu da História do Estado de São Paulo – MHSP, implantação do Museu do Holocausto - Curitiba, nas exposições “Caravaggio e seus seguidores” e “Resistir é Preciso”. Atuou como docente das disciplinas de Concepção, Planejamento de Exposições e Montagem de Exposição Sistema de Ações Museológicas no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

Colaboradores

Álvaro Razuk - arquiteto formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), com especialização em projetos para exposições culturais, cenários, museografia e expografia. Trabalha nesta especialidade desde 1996 tendo desenvolvido diversos projetos para vários artistas, curadores e instituições no Brasil e exterior.

Lee Dawkins - formado em cenografia teatral, trabalha nas áreas de cenografia, expografia e montagem fina a mais de 25 anos. 

Miulnei Ribeiro Barbosa - há 35 anos no mercado de transporte de obra de arte- embalagens, logística nacional e internacional de obras de arte. Atualmente trabalha na Millenium Transportes como gerente do departamento de obras de arte.

Claudio Rubiño - formado em artes e educação inclusiva, coordena o Programa de Acessibilidade do Instituto Tomie Ohtake. Tem experiência teórica e prática com públicos de equipamentos culturais com ênfase no desenvolvimento de ações para pessoas com deficiência.



Comentários

Os comentários divulgados no site da Fundação Bunge são de responsabilidade dos usuários e não refletem os valores da Fundação Bunge.

Nenhum comentário encontrado

Envie seu comentário



Imagem de segurança



Mais notícias

20/05/19 - Voluntários da Bunge acompanham integrantes do Empresto Minhas pernas durante corrida de rua Participação dos voluntários na corrida tem o objetivo de estimular o respeito, o acolhimento e o protagonismo, temas de trabalho deste ano

08/05/19 - Manifesto da Inclusão Rede elabora documento para direcionar ações voltadas aos jovens e pessoas com deficiência, fortalecer políticas públicas e investimentos sociais e empresariais em Rondonópolis

20/03/19 - Seminário de Pessoas com deficiência e Jovens Aprendizes no Mercado de Trabalho em Rondonópolis Evento acontece nos dias 2 e 3 de abril, no Rondon Plaza Shopping, com entrada gratuita

28/02/19 - Prêmio Fundação Bunge 2019 Prêmio homenageará profissionais da Agricultura Familiar e da Arte Visual de Rua

28/02/19 - Anna Peliano, Fernando Schüler e Synesio Sampaio tomam posse no Conselho Administrativo da Fundação Bunge A artista plástica Maria Bonomi assume vice-presidência do Conselho, comandado por Carlo Lovatelli

20/02/19 - Participantes da Rede de Trabalho de Rondonópolis voltam a se reunir para definir estratégias para 2019 Cronograma de ações começou com primeira reunião do ano e visitas de jovens e pessoas com deficiência às empresas da cidade