A educação a distância pode substituir a presencial? - Fórum - Interatividade - Fundação Bunge
Texto

Interatividade

FórumFórumenvie a um amigoenvie para um amigo

A educação a distância pode substituir a presencial?

  • 26/07/13 às 10h45

Recentemente, o Ministério da Educação (MEC) colocou em pauta a criação de uma universidade federal de educação a distância (EAD). Segundo o ministro Aloizio Mercadante, as universidades poderão ofertar seus cursos na nova universidade. “Então, [o curso de] engenharia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul pode ser ofertado como sendo também curso a distância", disse.

Ainda segundo Mercadante, no Brasil, cerca de 15% dos estudantes do ensino superior estudam nessa modalidade, enquanto, entre os países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), esse percentual chega a 50%. “Não há como atender o tamanho da demanda se não for por educação a distância, e essa é a prioridade do MEC”, afirmou. Além disso, pelo mundo, países como Inglaterra, Espanha e Portugal, por exemplo, já possuem universidades públicas a distância, mas o Brasil ainda não.

A notícia trouxe, às salas de aula e rodas de bate-papo, a discussão a respeito do tema. Se, por um lado, o ensino a distância ajuda a suprir a demanda por cursos, universidades e professores, por outro, o ensino presencial traz benefícios que não podem ser contemplados na EAD.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, a professora de ciência da computação na Universidade Stanford (EUA) e cofundadora do Coursera.org, Daphne Koller, afirmou que a universidade nunca será substituída por completo pelos cursos on-line. “Pode ser substituída no ensino de pessoas já graduadas e que querem expandir seu conhecimento, mas, no geral, não. A universidade exerce papéis geralmente postos de lado, e que vão além da simples instrução, como a geração de conteúdo científico. Além disso, ela não só treina os estudantes, mas também os socializa e os ensina a serem pessoas melhores”, defendeu.

Enquanto isso, o Google anunciou que está preparando sua entrada no setor de ensino a distância. Com o Helpouts, que está em fase de testes e funcionará integrado aos Hangouts do Google Plus e ao YouTube, qualquer pessoa poderá oferecer cursos sobre qualquer coisa, e ainda escolher se cobrará por isso.

E você, o que pensa sobre educação a distância? Acha que ela pode, de alguma forma, substituir a presencial?

 

Responder ao tópico



As opiniões divulgadas no Fórum são de responsabilidade dos usuários e não refletem os valores da Fundação Bunge.