Como aliar a tecnologia e a tradição nas bibliotecas escolares? - Fórum - Interatividade - Fundação Bunge
Texto

Interatividade

FórumFórumenvie a um amigoenvie para um amigo

Como aliar a tecnologia e a tradição nas bibliotecas escolares?

  • 24/01/13 às 13h15

Vivemos uma época de mudanças significativas na relação das pessoas com diversos meios tradicionais, como a televisão, os cinemas, o rádio, os jornais impressos e também os livros.

Se, por um lado, o avanço das tecnologias digitais facilitou o acesso a uma variedade muito maior de conteúdos de todos os tipos, por outro, esse avanço representou uma notável perda de espaço desses meios tradicionais, principalmente entre os mais jovens, que já nasceram no universo digital.

A relação dessas crianças e adolescentes com os livros e a mídia impressa, por exemplo, tende a ser bastante diferente daquela de uma ou duas gerações anteriores.

Diante dessa realidade, cabe um importante questionamento: como ficam as bibliotecas escolares que atendem esses jovens?

Hoje em dia, há quem diga que uma biblioteca não pode mais ser apenas aquele lugar onde guardamos os livros, mas sim um ambiente adaptado ao cenário digital no qual vivemos. Por outro lado, muitos permanecem firmes na ideia da biblioteca “tradicional”, onde apenas livros e periódicos impressos estão disponíveis para consulta e/ou empréstimo.

E você, o que pensa sobre esse assunto? As bibliotecas escolares realmente precisam se adaptar à realidade de seu novo público? Se sim, de que forma isso pode ser feito mantendo, nas crianças, o gosto pelos livros tradicionais e o reconhecimento de sua importância nas pesquisas escolares?

 

Responder ao tópico


  • 24/01/13 às 14h30
  • Por: Claudete Munhoz

Penso que a internet é mais um suporte, facilita pela velocidade. A informação deve ser pesquisada, comparada nos diferentes suportes, depende do professor otimizar todos fazendo propostas dinâmicas.

Responder a esta mensagem

  • 25/01/13 às 16h45
  • Por: Sandra

Na minha opinião as bibliotecas escolares tradicionais devem utilizar novos recursos para atrair os leitores, principalmente as crianças. Usando como ferramenta a MEDIAÇÃO DE LEITURA.

O novo perfil de um bibliotecario escolar, ou a pessoa que faz esse papel dentro da escola, precisa colocar atrativos como:

- realizar seleçoes de titulos de um memso autor e fazer a propaganda do mesmo dentro das salas de aula. Despertando assim a curiosidade nas crianças a fim de desejaram ler este ou aquele livro.
Nossos pequenos e jovens leitores são habilidosos na arte dos "botões" ( jogos, computadorres, tecnologias enfim....) Porem a maioria não esta habituado a ler nos livros tradicionais "papel".
- Acontação de historias também é outro recurso magnífico para chamar a atenção e despertar o desejo da leitura, pois a pessoa que realzia a contação poderá utilizar recursos como: personagens em EVA, papel, fantioches de diversos modelos e enfinidade de recursos para este fim.
E neste momento citar outros titulos do mesmo genero textual e portanto aguçar a vontade de conhecer novos personagens, lugares, etc...... que a leitura nos proporciona.
Devemos sim utilizar os recursos tecnologicos para nos fortalecer na apresetação , divulgação, etc....... de uma variedade imensa de titulos para nossos novos leitores. Isso desde a Educação Infantil, pois existe livros de diversos materiais: feitos de tecido, papel, madeira, plástico, para diversas faixas etárias. E memso no Ensino Fundamental esta gama de recursos fascina quem os conhece. Nossos jovens leitores precisam de pessoas dentro das BIBLIOTECAS ESCOLARES, que conheçam e façam uso de inumeros recursos no trabalho da MEDIAÇÃO DE LEITURA. Ai, sim! Estas bibliotecas estarão repleta de crianças e jovens degustando com toda alegria e vontade os livros e com eles descobrirem os diferentes mundos que existem quando abrimos um LIVRO.

Responder a esta mensagem

Responder ao tópico

As opiniões divulgadas no Fórum são de responsabilidade dos usuários e não refletem os valores da Fundação Bunge.