Arquivo de Novembro de 2013 - Blog - Interatividade - Fundação Bunge
Texto

Interatividade

Blog da Fundação

Arquivo de Novembro de 2013

Dia da Consciência Negra


Publicado em 20/11/13 às 09h30 envie a um amigoenvie para um amigo

20 de novembro é o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra. Neste dia, diversas cidades do país param suas atividades para refletir sobre a história do negro na sociedade brasileira. Instituída oficialmente em 2011, a data coincide com a morte do Zumbi dos Palmares, um dos líderes do Quilombo dos Palmares, em 20 de novembro de 1695.

Neste dia tão importante, apresento aos leitores do Blog da Fundação um artigo de minha autoria, publicado em outubro de 2013 na revista O MENELICK 2º ATO – AFROBRASILIDADES & AFINS. A revista é dedicada à valorização e reflexão acerca da produção artística da diáspora africana, bem como das manifestações culturais popular e urbana do ocidente negro, com especial destaque para o Brasil.

No artigo, destaco um dos costumes mais marcantes da cultura de muitas comunidades africanas: o uso das máscaras, principalmente as de boi. O texto discute o que essa prática e esse animal representam para esses povos, e traça algumas relações entre esses significados na África e no Brasil. Confira a íntegra do texto: http://bit.ly/1bN6rg2.

Por Viviane Lima de Morais, historiadora do Centro de Memória Bunge

Protagonismo Jovem


Publicado em 13/11/13 às 14h30 envie a um amigoenvie para um amigo

Em 05 de agosto de 2013, foi sancionada a lei que instituiu o Estatuto da Juventude e que entrará em vigor no mês de fevereiro de 2014.

O Estatuto pode ser compreendido como o marco legal para a instituição e o fortalecimento de políticas públicas voltadas à juventude. No entanto, é importante destacar que o instrumento jurídico não será responsável pela melhoria da equidade social entre os jovens. É necessário que a juventude permaneça buscando e colocando em prática aquilo que reflete a sua condição: o protagonismo.

Apesar de ser considerada um bordão no segmento jovem, a palavra protagonismo permanece insubstituível quando queremos destacar a atuação do jovem dentro do cenário político de suas comunidades. Protagonizar vai além de assumir um papel de destaque - significa entender e participar dos conflitos sociais que compõem a nossa sociedade e que estão em constantes transformações. Pressupõe exercer o poder político e influenciar na construção da cidadania.

O jovem protagonista é aberto às diferenças, e percebe que essa condição é necessária para o estabelecimento do diálogo entre os diversos atores presentes no ambiente público. Inserido na coletividade, o jovem se organiza em torno de ações que podem ser pequenas, mas que são responsáveis por gerar visibilidade e disseminar as inquietações que circundam esse público.

As pequenas ações também podem expressar o potencial de participação política do jovem, e indicam como que as conquistas sociais podem ser adquiridas e partilhadas. Talvez o grande desafio não esteja no tamanho das ideias e iniciativas que são propostas pelos jovens, mas principalmente no que está sendo realizado para o enraizamento dessas ações.

Por Pedro Barizon, Coordenador de Projetos da Fundação Bunge

Páginas - 1


Perfil

No Blog da Fundação Bunge compartilhamos opiniões, experiências e ideias. Participe você também, expondo opiniões e alimentando ideias.

Os textos publicados no Blog da Fundação refletem a opinião de seus autores.

Arquivo